quinta-feira, 26 de julho de 2012

HELIO REZENDE E O MELHOR TIME DO SEMINÁRIO


Caro Anibal

Segue foto do esquadrão de 64(?) com os craques Pelé, Feola, Edgar,
José Sales(quem mais ?) e eu naturalmente como goleiro. Se em Londres
2012, houvesse competição de futebol para sub 70, certamente seria a
equipe a representar o Brasil.
Não consegui postar no blog, talvez por amadorismo meu, razão pela
qual lhe envio pedindo para postar. Pelo que entendi você seria o
"irresponsável" pelo blog.

O churrasco estava ótimo, pelo vídeo que o Eduardo mandou.

Como sugestão geral, seria conveniente planejarmos a confecção dos
crachás com LETRAS GARRAFAIS para nos conhecermos.

Peço mandar um abraço a todos, por não ter conseguido postar e ter a
oportunidade.


Abraços a todos.

Helio Rezende.
__________ 


Meu Caro Helio rezende, 

o ponta direita aí sou eu, Anibal Werneck de Freitas, segundo o Chamel, eu era o ponta direita mais ofensivo do seminário, se não está acreditando, dia 12 de outubro, pergunte pra ele, o Monsenhor Chamel, enfim, gostei da sua colaboração, envie-nos mais coisas que terei o maior prazer de postar no blog.
Você tem razão, este foi o melhor timeque o seminário já teve, modéstia à parte.

Um abração,

Anibal Werneck de Freitas.

quarta-feira, 25 de julho de 2012

JOÃO BATISTA DA ROCHA [ex-seminarista de Leopoldina/MG]

Nosso colega JOÃO BATISTA DA ROCHA , ex-seminarista de Leopoldina-MG, nos enviou sete fotos para ilustrar nosso blog, deste modo, aí estão elas para nos fazer lembrar dos bons e velhos tempos de juventude: 


João 
Batista
da Rocha

Campo
de
futebol
do
Seninário
Diocesano
Nossa
Senhora
Aparecida.


Primeiro
Quadro
do
time
de futebol
do Seminário.
 





Os seminaristas
e, da esquerda
para a direita:
o Reitor Chamel,
junto ao Bispo 
e mais um Padre,
cujo nome
não me lembro.

O
esporte
com
o
Reitor
Antonio
Chamel.

Os
colegas
de 
João
Batista
da
Rocha.

Os
seminaristas
na
entrada 
do 
Seminário
Diocesano.

terça-feira, 24 de julho de 2012

I ENCONTRO DOS EX-SEMINARISTAS DE LEOPOLDINA - AA/BB-JF [VÍDEO]

Olá, turma! Como disse, o churrasco superou as expectativas. Foi muito bom rever a nossa gente. Nos anos em que passamos no Seminário nós tínhamos a nós mesmos como família, por isso quando sempre pensava no Seminário me sentia bem, em casa, e a todos como irmãos. Ao rever a turma no churrasco foi como rever alguém da família que já não via a quase 50 anos. VEJA NO FILME ABAIXO A EMOÇÃO DO REENCONTRO.

Olha, gente, eu(Eduardo), o Fernando, o Aníbal e o Zé Celio, estamos na organização do encontro do dia 12 de outubro. Mas precisamos muito contar com vocês todos para o seguinte, que é  fundamental para que esse encontro seja inesquecível:
1)      Precisamos de , vamos dizer, um “Bedel” em cada região que tenha mais contato com aqueles que por ali vivem e continuar no encalço daqueles que ainda não pudemos contatar. NÃO DEIXEM DE CONTINUAR PROCURANDO AS OVELHAS DESGARRADAS, PESSOAL!
2)   CADA UM CONFIRMAR PRESENÇA NO DIA 12 DE OUTUBRO e dizer quantas pessoas irão.(ISSO É MAIS QUE IMPORTANTE E COM ANTECEDÊNCIA).
Iremos em Leopoldina em agosto para acertamos os últimos detalhes com o Pe. Chamel e ver detalhes do encontro. Como disse o Pe. Chamel colocou a disposição alimentação e hospedagem no próprio Seminário para até 100 pessoas, porém vamos lá ver detalhes disso, como vamos dispor as pessoas,famílias, mulheres, crianças etc...OK? Como disse o próprio Pe.Chamel são instalações simples, aquelas que já conhecemos. Quem não quizer estaremos indo lá também para ver hotéis, preços etc... para informar depois.
3)      Estamos confabulando e discutindo para que esse encontro seja bastante proveitoso para todos nós.Estamos fazendo uma programação que agrade a todos, seminaristas e familiares. Entre as atrações estudadas estão a nossa chegada festiva, missa rezada pelo Pe. Chamel só prá nós, prosa ao pé da fogueira, visita a uma fazenda cinematográfica no distrito de Piacatuba, almoço festivo lá, passeio a pé pela cidade e noite musical com as apresentações de cada uma sobre sua vida, sua história pós seminário, etc.
4)      NÃO ESQUEÇAM:  E-MAIL PARA CONFIRMAÇÃO: momentosjf@uol.com.br
Telefones de contato (32) 3236.3698 – 8819.5786(Eduardo)
                                                       3212.1757 – 9991.2373(Fernando)
                                                       3211.8473 – 8831.2337(Anibinha)

VEJAM AQUI O VIDEO DE NOSSO ENCONTRO EM JUIZ DE FORA
NO DIA 14 DE JULHO DE 2012 →  http://youtu.be/FxNqIr-ZPOw

                        Abraços a todos – A comissão

segunda-feira, 23 de julho de 2012


José Célio Calçado,
ex-seminarista  de 
Leopoldina-MG.







Bom dia Aníbal,

Estamos felizes pelo encontro, a vida ficou mais alegre após esse encontro. As emoções foram muitas, o sorriso estampado no rosto de cada um simbolizava os sentimento de gratidão  e satisfação por estar ali vivendo aquele momento. Deus nos abençoou e nos fez reviver um passado de felicidades e alegrias. São tantas palavras de emoção que muitas vezes vão surgindo em nossa mente não ordenadamente, mas tão emotivas, que para quem sabe lê um pingo é letra.

Que nos guarde Leopoldina dia 12 de outubro, mas vá preparado para outras emoções e maneirar um pouco no vocabulário, como diz o Eduardo, o Pe. Antônio vai estar presente. kkkkkk.


Abraços,

José Célio Calçado
.
 
 


Foto do I enncontro
dos ex-seminaristas
de Leopoldina-MG,
na AA/BB de Juiz de Fora-MG, no dia
14/07/2012. 








Foto, do time
de futebol
do Seminário
D. N. S.
Aparecida, 
também, 
enviada pelo 
José Célio Calçado,
 




* É isso aí, meu caro José Célio, foi realmente um encontro inesquecível, certamente outros virão, valeu companheiro.

Um abração,

Anibal.



domingo, 15 de julho de 2012

A DITADURA MILITAR [64 – 85] JÁ COMEÇOU MAL COM O CANTOR ROBERTO CARLOS MANDANDO TODO MUNDO PARA O INFERNO



Saí do Seminário N. S. Aparecida de Leopoldina-MG em 1965, Roberto Carlos estava mandando tudo pro inferno, para entrar numa puta ditadura militar, o Roberto estava errado, nós já estávamos no próprio inferno, meu pai comerciante estava se quebrando nos negócio e neste período de minha juventude comi o pão que o diabo amassou na minha terra natal, ou seja, Recreio-MG. Agora eu estava no mundo real, mais uma boca para comer na casa dos meus pais que trabalhavam como loucos para sustentar uma família de cinco filhos. Assim que cheguei em minha terra natal arranjei uns amigos, mas a minha experiência com a vida real era terrível, logo logo arrumei uma namoradinha e com ela ficava sonhando ao som das baladas do rei Roberto Carlos, cheguei a sonhar em ser cantor também e aí começou o meu verdadeiro inferno, achava que tinha capacidade para chegar lá mas me faltava coragem e dinheiro para enfrentar a vida dura de artista numa cidade grande e, deste modo, covardemente segurei a barra na minha cidadezinha montando um conjunto, Os Selenitas que durou meses, mas fez um razoável sucesso na época com instrumentos precários.
Enquanto isso, no rádio o Roberto Carlos cantava o dia inteiro enquanto que a polícia do governo batia, prendia, torturava e matava homens e mulheres jovens que lutavam por um país melhor, olha foi um tempo difícil, ai de quem abrisse a boca pra falar de comunismo, era caçado na hora, se hoje a polícia fosse do mesmo jeito que foi com os comunistas, não existiria mais nenhum traficante de drogas neste país, todavia, é fácil entender isso, as drogas não prejudicam os poderosos, os ricos, já o comunismo sim, porque eles vão ter que repartir o que tem demais com os que não têm nada, a polícia funciona em prol dos ricos, sempre foi assim. Pois bem, estes algozes dos anos de 64 até 85 estão todos aí soltos e arrogantes, o Brasil precisa passar esta página a limpo como está acontecendo no Uruguai, no Chile e na Argentina, chega de impunidade, os governos do período ditatorial foram todos ilegais e acobertados pelos nossos irmãos de mentira estadunidenses que ainda continuam pressionando um país que não oferece nenhum perigo, chamado Cuba, isso sem falar na ajuda deles [estadunidenses] a um outro Estado ilegal chamado Israel, que além de ser invasor, está aumentando o seu território sobre os palestinos usando um vergonhoso muro, enfim, este é o mundo em que sobrevivo desde 64.

Anibal Werneck de Freitas.

sexta-feira, 13 de julho de 2012

I ENCONTRO DE EX-SEMINARISTAS DE LEOPOLDINA NA AA/BB-JF [14/07/2012]

Custo do Churrasco






Olha, gente, eu e Fernando Pereira compramos as carnes e demais coisas para o churrasco. Deve ficar em algo em torno de R$15,00 por pessoas (bebidas à parte). Estaremos lá com as notas fiscais para prestarmos conta, ok? Eu estarei lá na AA/BB a partir de 9 horas da manhã. É só chegar na portaria e falar no churrasco e no meu nome Eduardo e eles vão lhe informar onde é. Uma pena, o Célim Batalha não virá mais por motivo de uma dor de ouvido.O médico dele disse que ele está virando neném ao invés de envelhecer.rs rs rs 
Anotem meus telefones abaixo no caso de imprevistos, ok?
Até lá.
Abraços

                                                                

                                   Eduardo Henriques
                   Diretor de Eventos Artísticos e Culturais
                    (32) 3236.3698 - 8819.5786 – 8838.2720


*Confesso que estou realmente muito triste por não poder comparecer ao evento, o Eduardo e o Fernando sabem porque, a coisa ficou tão ruim pro meu lado que nem o meu aniversário, dia 19/07/2012, vou poder passar com a minha máe e meus irmãos lá em Recreio, portanto desejo a todos que comparecerem ao churrasco os meus votos de muita felicidade e de muita alegria, mas se o Universo não conspirar contra mim eu estarei em Leopoldina no dia 12 de outubro de 2012.


Um abração pra todos do companheiro e ex-seminarista,


Anibal Werneck de freitas.

quinta-feira, 5 de julho de 2012

EDIGAR BICALHO [ex-membro do Trio Uirapuru]

OLÁ EDUARDO

Eu ja recuperei 70%, os outros 30% chegarão até final de julho se Deus quiser.

Quanto ao mano Everaldo, farei um resumo de suas atividades:
Há mais de 10 anos quando se aposentou, ele fez um curso no conservatório de Visconde do Rio Branco, que aliado ao seu ouvido afinado, lhe deu condições de participar amadoramente de alguns quartetos.
Há uns quatro anos é o sanfoneiro de um quarteto, que toca todos os domingos de 19 às 23 horas no mesmo espaço em Ubá, um bailão popular, mas de grande frequência.
Seu filho Tiago tem uma banda (ZIRIQUIDUM), 90% forró e o restante sertanejo e Fank.
Everaldo tem sofrido muito com sua esposa que está de cancer. O tratamendo dela é feito em Muriaé onde ele costuma ir e voltar todos os dias de segunda a sexta para realização
de seu tratamento, que felizmente tem dado bom resultado.
Diria que o Everaldo é um previlegiado, sabe muito de teclado, sanfona e vilão. A presença dele
neste evento iria contribuir para nossa alegria.
Abs.


Edigar Bicalho

JOSÉ CÉSAR TEATINI DE SOUZA CLÍMACO [ex - seminarista]

Eduardo,
ex-colegas do Seminário de Leopoldina,
Sou José César Teatini de Souza Clímaco. Estudei no Seminário Nossa Senhora Aparecida, no ano de 1663 e 1964 (se não me engano), fiz o primeiro e o segundo ano de ginásio. Apenas dois anos, creio que talvez vocês não se lembrem  de mim. Eu tinha o apelido de Ceguinho, dado por um colega de quem me lembro bem, mas não me lembro o nome, por que eu usava óculos, acho.
Lembro com saudade desses dois anos... mas me lembro apenas de alguns nomes, alguns  meus colegas de sala... José Ramos Sales, Edgar Bicalho, Hélio, José Luiz, os irmãos Francisco de Assis e Antônio de Pádua Diniz Pereira, me lembro de alguns “maiores” como Pelé, Feola, Aníbal (que gostava de desenhar, não era? Eu também, hoje sou artista), Tirinha, Chico, Dilano, João Bosco... gostei muito de ter visto o vídeo, me trouxe muitas lembranças. Lembro-me também do Padre Antônio Chamel e do Pe. Elcio. E do coral, do futebol, das bolas que furavam e tinha que parar o jogo pra costurar, dos passeios...
Meus pais se mudaram para Goiânia/GO (em 65) e eu fui estudar em um seminário aqui, onde terminei o ginásio e fiz o clássico. Depois abandonei e fui estudar ciências sociais e depois artes. Hoje sou professor de gravura na Faculdade de Artes Visuais da Universidade Federal de Goiás, desde 1980. Sou artista plástico, realizo exposições periodicamente (expus em Belo Horizonte há dois anos atrás).
Há dez anos eu me meti a músico, toco percussão numa banda composta de dois sobrinhos meus e um grupo de amigos deles. Eu sou o velho da turma. Temos ganhado algum reconhecimento, gravamos um CD, tocamos já em Brasília, São Paulo e Rio. A banda se chama Umbando – um bando de músicos, somos oito membros. Vejam o site abaixo. Se quiserem conhecer meu trabalho artístico vejam também o blog.
Hoje sou casado e feliz, tenho sessenta e um anos, três filhos, dois já casados, ainda não tenho netos. Não tenho do que reclamar, a vida me deu muitos amigos e boas experiências – inclusive essa vivência no seminário, um período muito feliz em minha vida. Continuo trabalhando firme e trabalhando também para um mundo melhor!
Não sei se poderei ir em outubro ao encontro. Vamos ver... Gostaria muito, apesar de que não sei se vocês se lembrarão de mim, após tantos anos sem nenhum contato. Fiquei feliz de saber que vocês se encontram e de ter essas notícias... Salve a internet! Um abraço a todos.
                ZèCésar                              

www.zecesargravuras.blogspot.com

quarta-feira, 4 de julho de 2012

TRABALHO EM EQUIPE

Este vídeo enviado pelo nosso colega ex-seminarista José Luiz Pereira Passos vale a pena ser conferido.

video

Obrigado pela interessante colaboração,

Anibal.

FRANCISCO AVELINO CARDOSO [elogios ao nosso trabalho]


Caro Eduardo Henriques,

Delsculpe-me  pelo atraso.  Confirmo a presença no encontro de Juiz de Fora no próximo dia 14.  Minha esposa também irá. Tenho visto o blog do Seminário. Ótimo  trabalho.  Apreciei tudo e em muitas vezes, me emocionei,  porém destaco aquela página que você escreveu e sonorizou, a apresentação de sua admirável filha,  a sua interpretação
de carinhoso, além  das notícias dos colegas que não vemos há meio século.
Saímos do Seminário  N. Sra. Aparecida em 1963, (eu e Antonio Marcio) indo para o Seminário Santo Antonio de Juiz de Fora, concluir os estudos do seminário menor. Posteriormente, viemos para o Seminário   São José  do Rio de Janeiro. Em  1967, deixei o seminário. Não retornei à minha terra - Visconde do Rio Branco. Aqui, cursei   direito e administração de empresas, casei-me, tendo duas filhas e dois netos.  Fui advogado de bancos muitos anos e aposentei-me.  Continuo trabalhando no escritório como profissional liberal.  -  Estive nas bodas de ouro sacerdotais  do Padre Chámel, em 08.12.06, na Catedral de Leopoldina. O encontro
de outubro  será uma oportunidade rara. Por isso, é muito aguardado. Nossa emoção será grande.

Parabéns  pelo belo trabalho que você, Aníbal, Fernando e outros colegas que ainda não conheço, desenvolvem.

Abraços do

Francisco Avelino Cardoso

FRANCISCO AVELINO CARDOSO

Caro Aníbal,

Grato pelo convite.  Já avisei ao Eduardo que estarei no encontro de  Juiz de Fora.
Antônio Marcio e Alaerte, por já terem assumido compromissos,
não irão. Perdão pela demora.
Abraços.
 

F. Avelino.
________



É isso aí, Francisco Avelino Cardoso,
 

estamos lhe aguardando dia 14/7/12 na AA/BB-JF, vai ser legal o mini-encontro, pena que não deu pro Tutu e pro Alaerte, mas em breve estaremos todos juntos em Leopoldina. Um abraço,
 

Anibal Werneck de Freitas.
_____________________

terça-feira, 3 de julho de 2012

ALAERTE JACINTO DA SILVA





Caríssimos idealizadores do I ENCONTRO DOS EX-SEMINARISTAS DA DIOCESE DE LEOPOLDINA.

Vocês, certamente, não imaginam a minha emoção ao rever fotos de um tempo muito feliz de nossas vidas. Tenho certeza de que esta ideia pioneira será levada avante. Há muito que o nosso queridissimo Monsenhor Chámel já manifestara seu desejo de proporcionar esse ENCONTRO, quando com ele estive há tres anos atrás em Leopoldina.
Parabéns ANIBAL pela extraordinária narrativa do dia a dia de nosso tempo feliz. Você tem uma memória invejável! Fiquei impressionado com a riqueza dos detalhes.
Um grande abraço aos idealizadores desse ENCONTRO.


Alaerte Jacinto.
 _____________________________________________

Caro colega e ex-seminarista Alaerte,

como poderia esquecer, foi um tempo que nos marcou muito, lembro-me também do galã do seminário, não deixava as meninas sossegadas, lembro-me também que aos domingos, de vez em quando, eu ia até à casa de sua mãe, Dona Maria que gostava muito de mim e me deixava na sala ouvindo os discos do Roberto Carlos, foi realmente um tempo que não tem como esquecê-lo.
Portanto Alaerte, lembro-me também do goleiro e do seu irmão Egberto. É isso aí, que bom. Estamos aguardando sua presença com o irmão no dia 12 de outubro de 2012.
Um abração,

Anibal Werneck de freitas.

segunda-feira, 2 de julho de 2012

JORGE CORDEIRO


Anibal ,

dia 14 não poderei estar com vocês em JF, mas estarei em outubro em Leopoldina  com certeza. Julho, tenho muitos contratos a serem cumpridos e não consegui cancelar os da semana do dia 14.
Um abração em todos que lá estiverem.

Jorge Cordeiro.

___________


Jorge,

Fique tranquilo, mas lá em Leopoldina no dia da criança nós estamos lhe aguardando, quanto ao seu abração já está dado em todos os ex – seminaristas através deste blog, é isso aí companheiro.
Um abração para você, também.

Anibal Werneck de Freitas.

_____________________

domingo, 1 de julho de 2012

ENCONTRO NA AA/BB-JF, DIA 14/07/2012 [confirmação]

Prezados: 
 
estarei presente, se Deus quiser.
 
Abraço do 
 
Antônio Carlos Casulari Roxo da Motta.
 
________________________________
 
é isso aí companheiro, estamos aguardando sua presença.

um abraço,

anibal werneck de freitas.
 
____________________